7 curas populares (e peculiares) para a ressaca


Falar de ressaca é, literalmente, uma dor de cabeça. Várias dicas foram dadas, receitas confeccionadas, medicamentos foram testados (e criados) mas tudo atuando sempre de maneira paleativa, agindo ainda muito superficialmente (opinião própria) nas causas e sintomas que uma bebedeira ÉPICA te proporciona.

E por falar em dicas para se curar uma ressaca, listamos aqui algumas de cunho popular, oriundas de países conhecidamente etílicos, e que valem muito a pena serem divulgadas. Só nos resta avisar que algumas delas são bem bizarras portanto não se impressione com nada que apareça por aqui, pelo contrário, ponha em prática…se você tiver coragem e estômago pra isso.

1 – Tripas cozidas para ressaca

Eu disse que algumas receitas poderiam ser bizarras. Em países como Romênia, Turquia e Bulgária um dos pratos mais comuns para curar a ressaca consiste em uma “chamativa” sopa de tripas cozidas mergulhadas em gordura. Outro prato semelhante é o Menudo, sopa tradicional mexicana feita com estômago de boi e que também é considerada um potente antídoto para o mal estar do dia seguinte.

e aí? vai tentar a sorte?

2 – Olhos de ovelha

Tá ficando cada vez mais complicado, hein. A iguaria anti-ressaca da vez é encontrada na Mongólia e consiste em olhos de ovelhas em conserva, ricos em proteínas, mergulhados em suco de tomate.

Pelo jeito, creio que nunca visitarei a Mongólia…tão pouco me embreagarei por lá.

3 – Ovos Benedict

Um pouquinho de história: Reza a lenda que Lemuel Benedict, famoso empresário americano, teria solicitado aos funcionários do hotel Waldorf Astoria que preparassem “algumas torradas com manteiga, bacon crocante e dois ovos pochê com uma pitada de molho holandês” para curar os efeitos de uma tórrida noite de bebedeira…e não é que a mistureba funcionou.

A combinação fez tanto sucesso que recebeu o seu nome, mas o mais provável é que o ingrediente responsável por espantar os sintomas do porre não tenha sido a mistura perfeita, mas sim o BACON. Sim, queridos amigos, o Bacon. De acordo com um estudo conduzido pela Newcastle University no ano de 2009, o toucinho é eficaz no combate à ressaca pois é rico em proteínas, que são quebradas em aminoácidos ajudando assim a combater os efeitos do álcool no organismo.

Eu sempre soube que o bacon era a cura para todos os males da humanidade.

4 – Torradas, biscoitos e suco

Finalmente algo mais light por aqui. Comer torradas e biscoitos podem sim ajudar a curar a ressaca. Estes alimentos leves contribuem para o aumento do nível de açúcar no sangue e dão uma “tapeada” no estômago.

No caso dos sucos, alimentos e bebidas que contêm frutose também são recomendados pois ajudam o corpo a queimar o álcool mais rápido.

5 – Borsch

Receita retirada do livro “O Manual da Ressaca” (The Hangover Handbook), do escritor David E. Outerbridge. O Borsch (ou borscht) segundo o escritor, é uma ótima pedida para curar a veisalgia.

De origem Ucraniana e muito comum em países do leste europeu, a sopa é rica em beterraba (o que explica sua aparência avermelhada) e mistura ingredientes como repolho, cenoura, pepino, batata, cebola, tomate e cogumelo.

Se cura a ressaca eu não sei, mas que é uma intensa fonte de vitaminas isso é inegável.

Veja também: Cerveja dá barriga?

6 – Prairie Oyster

O que dizer de uma técnica que é usada para curar a ressaca do agente secreto mais famoso do mundo? pois bem, 007 usava frequentemente essa receita quando acordava de uma “missão” desgastante.

No livro Chantagem Atômica (Thunderball), de 1961, James Bond confessa que, depois de um período de bebedeira pesada, seu café da manhã se resumia apenas a duas aspirinas e um copo de Prairie Oyster (algo como “ostras da pradaria”). A mistura consiste em um ovo cru, uma colher de chá de molho inglês, sal e pimenta. Lembre-se de deixar a gema intacta e beber tudo de uma vez.

7 – Canários fritos

WTF? canários fritos? e isso ajuda a curar ressaca? a resposta é sim.

Apreciadores de um bom vinho, gregos e romanos encontraram uma solução para o mal estar causado por aqueles goles a mais da noite anterior: canários fritos. O que parece estranho pra você não é novidade alguma para a sabedoria popular. A “cura” através de aves mergulhadas em gordura quente continua sendo bem disseminada entre o povão já que a carne é rica em proteínas.

O que podemos orientar é a ingestão de alimentos (não necessariamente canários) durante a bebedeira. A comida ajuda a desacelerar a absorção do álcool pela corrente sanguínea, fazendo com que você não fique bêbado tão rápido.

ressaca cachorro

Ok, obrigado pelas dicas, mas prefiro me reidratar com água mesmo…

Excelente escolha. Simples, barata e menos radical, a água é um perfeito aliado na amenização dos sintomas ocasionados pela ressaca.

Se estiver realmente empenhado em não começar o dia com dor de cabeça, a água pode ser um fator contribuinte também durante a noite de bebedeira: especialistas recomendam que se intercale um copo de água com cada copo de cerveja, o que ajuda a repor o líquido que está sendo perdido.

Espero ter ajudado de alguma forma, mas lembre-se sempre: a melhor maneira de se evitar uma ressaca (e as consequentes dores de cabeça, não necessariamente fisiológicas) é maneirar no gole. Beba sempre com moderação.

Fonte: Revista Superinteressante

COMENTÁRIOS
ANTERIOR Em clima de Copa, Brahma relança rótulos dos anos em que o brasil sagrou-se campeão
PRÓXIMO Como ganhar a decoração do seu bar da Ambev - Nosso Bar